segunda-feira, 25 de junho de 2007

S. João 2007


Por que não repetir aquilo que é bom? O S. João este ano voltou a ser nas Fontaínhas, coração bairrista do centro do Porto, por entre densas nuvens de fumo dos assadores das sardinhas assadas. Com um respeitável grupo de amigos a roçar as quase duas dezenas de pessoas, os momentos foram muitos e variados ao longo da noite. Muita vida, muita alegria, muitos martelos e marteladas, muito alho pôrro a entrar pelas narinas adentro, muita gente, um céu com mais estrelas do que o habitual, conseguido com muitos e frágeis balões de S. João e claro, copos e bailarico. Mas mais fantástico ainda foi o feito da noite. A travessia total desde a Ribeira até à Foz, do tradicional percurso do S. João do Porto, terminado convenientemente, não na praia de Matosinhos, como dita a mesma tradição, mas nos convenientes aposentos nossos, logo ali ao lado, já perto das 7h da manhã!! Devem ter sido cerca de 15Km, percorridos a pé, ao longo da noite, de bailarico em bailarico, de WC em WC, sempre sempre com centenas de pessoas na mesma torrente. Esta é sem dúvida uma festa do povo, para ser vivida ali, na rua, com o povo, e isso faz deste S. João do Porto, um dos eventos anuais que mais gosto de não perder, sentindo a alma genuína e a alegria das gentes de toda esta mágica região!



Enviar um comentário