terça-feira, 6 de março de 2007

Baden-Powell

O fundador do movimento escutista, Lord Baden-Powell, escolheu o Quenia para viver os ultimos 3 anos da sua vida, depois de por ca ter passado anteriormente. Soube ja por ca, que se fosse vivo, tinha feito 150 anos no passado dia 22 de Fevereiro.
Tendo sido eu e a Li escuteiros desde a nossa infancia, o ideal de BP, como se diz na giria, a vida preenchida que teve e as belas historias de Africa que fomos ouvindo em inumeras actividades e reunioes, deixaram-nos o bichinho e, quica a justificacao desta nossa viagem. Do nosso programa de viagem, tinhamos que aqui passar. Tinhamos que visitar a ultima morada de BP. E e' isso que fizemos esta manha. Estamos (ainda) em Nyeri, uma cidade/aldeia a 165Km de Nairobi, local onde BP repousa. Ficamos admirados com a simplicidade do que remanesce da passagem do lider mundial por ca. Um simples museu, que mais nao e' do que o espaco da casa onde ele viveu mais a mulher, uma sala e o quarto com uma casa de banho enorme. Hoje est'a inserido num luxuoso hotel e e' at'e poss'ivel dormir na mesma cama que o casal Baden-Powell por +/- 75E/noite. O jardim e' muito giro, calmo e claro, hoje em dia com as mordomias de um 5* fantastico. Fomos a pe' e voltamos. De regresso 'a aldeia visitamos o tumulo, onde repousa BP e a esposa Olave, tb ela fundadora do movimento de guias mundial. A todos os escuteiros, principalmente ao Prof. Machado, 'a Irma Rosa, ao Antonio Carvalho, ao Nuno, ao Pedro Carvalho, ao Pedro Machado, aos Ferreira, ao Quim, 'a Lucia... enfim a todo o Agrupamento 857 de Celorico de Basto e ainda ao Agrupamento 588 da Gafanha da Nazare' e aos ex-SCUA, aqui fica o nosso tributo.

Enviar um comentário